2. Corda Bamba

Cada passo seu é liberdade
É a sobriedade de quem respira o Universo
Cada sentimento seu é uma explosão
De sentidos

Cada riso é como um grito de silêncio
Que precisa ser ouvido
Cada lágrima é a interação consigo mesma
A provação para si
E o que há em si?

Há tanto afeto que transborda
Tanto amor que alguns se espantam
Que o equilíbrio vira corda bamba

Nela há um menino que me entorta
Nela há uma sábia que me encanta
Há uma mulher que é mãe de tantos
Às vezes esquece de si mesma
Mais bonita ainda é sua aura
Tão colorida e transparente

Não vê em si tudo o que é

Buscar… Equilibrar.

  • Letra e música:
    Ricardo Borges
  • Violão/guitarra e voz:
    Ricardo Borges
  • Baixo nylon:
    Ricardo Borges
  • Bateria:
    Vagner Uberti
  • Percussão:
    Márcio Kbcinha

1. Ariana

2. Corda Bamba

3. Mar de Algodão

4. Translucidez

5. Lembrança

6. Inverso

← Voltar ao álbum